Carina Rissi

[Resenha]Perdida | Carina Rissi

20:39:00


Mera Confusão
                                                     
Título: Perdida
Autor(a): Carina Rissi
Editora: Verus
Páginas: 264
Gênero: FicçãoRomance


Sinopse: Sofia vive em uma metrópole e está acostumada com a modernidade e as facilidades que ela traz. Ela é independente e tem pavor à mera menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são aqueles que os livros proporcionam. Após comprar um celular novo, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século dezenove, sem ter ideia de como voltar para casa ou se isso sequer é possível. Enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de retornar ao tempo presente, ela é acolhida pela família Clarke. Com a ajuda do prestativo e lindo Ian Clarke, Sofia embarca numa busca frenética e acaba encontrando pistas que talvez possam ajudá-la a resolver esse mistério e voltar para sua tão amada vida moderna. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos... 

Escrevendo esta resenha percebi que este provavelmente foi o primeiro livro de "época"­, com essa temática mais romântica, que li na vida, o que é muito engraçado afinal amo de mais essa coisa de vestidos, costumes antigos e carruagens espalhafatosas. Estou me perguntando até agora porque nunca tinha lido um romance nestes moldes, e olha: Realmente não sei a resposta!

Perdida é um livro narrado durante duas épocas bem distantes, com uns 200 anos de diferença pra ser mais exata, no mundo moderno há uma garota chamada Sofia que trabalha em um emprego que detesta, com um chefe que não sabe lhe dar o devido valor que ela merece e como qualquer pessoa em pleno século 21 é viciada em tecnologia. Em uma noite depois do trabalho Sofia decide sair com sua melhor amiga e o namorado dela para se divertir em um barzinho da cidade, depois de algumas cervejas a mais e uma ida bem atrapalhada ao banheiro Sofia deixa seu precioso celular cair na privada fazendo com que o aparelho dê perda total.

No dia seguinte percebendo que a única saída é comprar um aparelho novo ela se dirige direto a uma loja, onde acha um modelo dito edição limitada, daqueles que se tem sorte de encontrar uma vez e o melhor por um preço super em conta. Após achar ter feito a compra do ano, Sofia liga o celular para testar seu mais novo monstrinho como ela mesma o chama, mas o que acontece em seguida é muito mais surpreendente do que ela imaginava, a garota é sugada por uma luz branca que erradia do celular e a partir daí toda a aventura começa!

Sofia acorda em um campo, com a cabeça machucada após tropeçar e cair, sem ter a minima ideia de onde está. E é aí que Ian, um homem bonito, sexy e usando roupas engraçadas aparece em cima de um cavalo oferecendo-a ajuda. Estranhando a simpatia e a disposição de ajudar do desconhecido Sofia fica receosa, principalmente quando este mesmo homem lhe diz que está no ano de 1830, em pleno século XVIII.

Se já é difícil se encaixar em alguns costumes de sua própria época, imagina se encaixar em costumes de dois séculos atrás. Sofia vive isso na pele após se hospedar na casa dos Clarke, a garota é obrigada a trocar sua mini saia por vestidos longos e espalhafatosos, e suas gírias se tornam outra língua para os morados daquele lugar tão fora da realidade. É muito engraçado ver como ela tenta se adaptar com tudo e como os moradores da cidade tentam decifrar aquela garota com manias tão diferentes. Ian por outro lado -- Mesmo com todos os seus pudores e inocência -- parece aceitar Sofia como se já  se conhecessem a tempos, e quando se dão conta uma linda amizade surge e mais rápido ainda uma paixão arrebatadora toma conta da relação dos dois, obrigando Sofia a decidir entre voltar ao seu lugar de origem ou permanecer com seu grande amor para sempre!

Se tem uma coisa que me surpreendeu neste livro, com certeza foi a personalidade da Sofia, ela não é nem um pouco parecida com essas personagens choronas e indefesas, pelo contrário ela sabe o que quer e não tem medo de se arriscar e isso é incrível! Peço encarecidamente por mulheres mais poderosas assim em histórias de romance pois isso aproxima aquele mundo fantasioso do real onde vivemos. Preciso dizer que depois desta leitura Carina Rissi virou uma das minhas queridinhas quando o assunto é autoras nacionais, talento para dar e vender!

Anna Banks

[RESENHA] Poseidon | Anna Banks

10:27:00


Livro Poseidon


Título: Poseison
Autor(a): Anna Banks
Editora: Novo Conceito
Páginas: 285
Gênero: Romance


Sinopse: Além da beleza fora do comum, com seu cabelo quase branco e seus olhos cor de violeta, Emma chama a atenção por ser um pouco desajeitada. Ela não se sente muito à vontade em lugar nenhum... e não sabe que sua misteriosa origem é a fonte dessa sensação. Galen, príncipe dos Syrenas, vasculha a terra procurando uma garota especial, capaz de se comunicar com os peixes — e que poderá salvar seu reino. Quando ele se encontra com Emma, a conexão é imediata: embora não saiba, Emma parece ter o dom que Galen procura. Cabe ao príncipe convencer a teimosa Emma a enfrentar sua real natureza e aceitar o desafio. E nada pode impedi-lo de alcançar seu objetivo.

Confesso que esperava um pouco mais do livro, acho que o nome forte "Poseidon" me transmitiu a ideia de que o livro seria mais emocionante e cheio de aventuras e também porque o tema é sereias o que possibilita ainda mais coisas extraordinárias acontecerem, e não que o livro tenha sido ruim, mas como disse, acho que fui muito cheia de expectativas que não foram excedidas.

Somos apresentados a Emma uma garota que parte para uma viagem com sua melhor amiga e a família dela, de modo a aproveitar a última férias antes da faculdade. E Galen um garoto lindo, simpático e metade peixe, auto denominado Syrena, que procura por uma garota que  tenha o dom de Poseidom para que ela seja levada até seu irmão Grom para tornar-se esposa do mesmo, logo no começo da história durante uma caminhada pelo calçadão Emma bate de frente com Galen ­(ou melhor com o peito de Galen) em um encontro bem constrangedor, Emma percebe que o garoto e sua irmã que o acompanha tem os mesmos olhos que ela: Violeta, característica que ela nunca encontrou em ninguém! E Galen percebe que ela é uma Syrena o que o deixa intrigado para saber mais sobre a garota. Após se desculpar Emma e Chloe vão para o mar, tudo parece incrível até que Emma presencia um ataque de tubarão. A vítima? Nada mais, nada menos que sua melhor amiga!

Após voltar para casa e enfrentar toda a barra de perder a melhor amiga de modo tão traumático, Emma descobre que Galen também está na cidade e estudando na mesma escola que ela e com o mesmo horário de aulas, uma "coincidência" bem estranha. Mas na verdade Galen está a procura de respostas, será que Emma realmente tem o dom de Poseidon, e se tem porquê não salvou Chloe do ataque de tubarão?

O romance é o fator principal do livro e acontece rápido durante a leitura, o que mais senti falta foi informações sobre o universo dos Syrenas, já que na maioria das vezes a história se desenrolava em terra firme, realmente gostaria de explorar mais aquele mundo tão desconhecido. As vezes parecia que a autora, para preencher lacunas da história, simplesmente tacava diálogos sem coesão, isso fazia com que algumas coisas não ficassem claras e direto me via perdida durante uma página e outra. Dentro da história também encontramos quatro personagens fundamentais Rayna, Toraf, Rachel, e a mãe de Emma eles acabam dando um ar descontraído a história, na verdade Rayna deveria ser ligada a quem cria as situações embaraçosas e agressivas.

Para quem está achando que irá abrir o livro e encontrar varias coisas sobre mitologia, esqueçam essa ideia! Porque não irão. Não que seja uma leitura péssima, mas com toda certeza não é uma leitura que faça o coração palpitar por mais entendem? Talvez se o mimimi de adolescentes fosse menos abordado poderia sim ser uma história digna de releitura! Lembrando que depois de Poseidon existem dois livros de continuação Of Triton e Of Neptune mas ainda não foram trazidos para o português.  Bom, espero que gostem da resenha e se você já leu a história deixa sua opinião sobre o livro aqui nos comentários será um prazer trocar opiniões com vocês!

Babi Dewet

[RESENHA] Um ano Inesquecível | Babi Dewet, Bruna Vieira, Paula Pimenta e Thalita Rebouças

20:43:00


Blog Mera Confusão



Título: Um ano inesquecível
Autoras: Babi Dewet, Bruna Vieira, Paula Pimenta e Thalita Rebouças
Editora: Gutenberg
Páginas: 400
Gênero: Contos, Romance

Sinopse: Dizem por aí que os melhores momentos da vida são vividos na adolescência. Os primeiros amores, os encontros, as festas, as viagens, as surpresas… E são sempre os instantes inesperados que transformam um dia comum em uma lembrança especial, daquelas que nunca deixarão de nos acompanhar.

Desde que ouvi dizer que as quatro autoras que compuseram este livro iriam se juntar a mais ou menos um ano atrás, fiquei realmente empolgada, afinal, são autoras realmente talentosas. Mas já adianto que falarei do que senti com o livro em si, levando em consideração apenas minha visão pessoal e não meu sentimento de admiração as autoras, okay?

O livro é dividido em quatro contos que se passam durante cada estação do ano, ou seja, temos uma história aconchegante de inverno, uma cheia de sentimentos como no outono, uma doce como a primavera e uma arrebatadora como no verão.

Enquanto a neve cair, Paula Pimenta: Este é o primeiro conto do livro, onde conhecemos Mabel uma garota de 14 anos que é obrigada pelos pais a ir para o chile em uma viagem com eles e seu irmão mais novo, quando na verdade a garota queria apenas ir para o sítio de uma das suas melhores amigas onde teria a real oportunidade de ficar com o carinha de quem era a fim a um bom tempo, e nutria um amor digamos assim, cego! Mas como nem tudo acontece do jeito que queremos Mabel acaba embarcando contra sua vontade e enfim chega ao Valle Nevado onde surpresas e amadurecimento fazem nossa protagonista perceber que mesmo diante de um lugar tão frio há pessoas que trazem o calor nos próprios corações. E assim ela conhece Ben, que no primeiro momento é odiado por Mabel o garoto ruivo, como um Wesley, acaba depois de um bom tempo e várias confusões mostrando a ela a beleza no cinza do inverno.

Confesso que a protagonista me deu nos nervos, primeiro por reclamar de uma viagem perfeita, P-E-R-F-E-I-T-A quem não quer conhecer a neve Brasil? Segundo por ser do tipo "Se eu não estou feliz, vou fazer de tudo pra ninguém ficar também" Mas graças a Deus e a mãe dela também isso passa com o tempo e Mabel se torna uma pessoa incrivelmente suportável. E é bom ver como uma pessoa pode amadurecer com a oportunidades que a vida trás!

O som dos sentimentos, Babi Dewet: Nessa história de outono somos apresentados a João Paulo um estudante de música e Anna Julia que acaba de começar um estágio que seu pai arranjou em um escritório de advocacia de um amigo. Enquanto João respira música, Anna Julia odeia e não entende por que as outras pessoas acham tanta graça em melodias e letras ao ponto de mudarem o humor de quem as ouve ou quando as pessoas começam a cantar a música dos Los Hermanos logo depois de dizer o seu nome, mas, um encontro inusitado pode mostrar aos dois que os opostos realmente se atraem!

Deixo claro aqui para a posteridade que esse foi o meu conto preferido, o modo de escrever da Babi é de uma sensibilidade, que chega a ser assustador como ela consegue capitar a beleza nas pequenas coisas fazendo-as se transformar em coisas extraordinárias. Não é atoa que depois de ler o livro simplesmente me apaixonei por chuva e o outono como um todo, obrigado por isso Babi! Ah... Posso estar enganada mas, como é nítido os traços de doramas nesse conto, isso me fez amar ainda mais!

Matemática das flores, Bruna Vieira: Jasmine está no último ano do colégio, mas por causa de suas notas em matemática a garota corre um grande risco de perder o ano e não se formar. Desesperada a mãe da garota acaba aceitando pela filha a ajuda do professor de Jasmine, para que o mesmo lhe dê aulas de reforço até a prova final, o que não agrada nem um pouco a garota. No primeiro dia de aulas Jasmine recebe a noticia de que seu professor não poderá cumprir com o combinado, mas para não deixá-la na mão ele convoca Davi, um dos estudantes da faculdade, que funciona a noite na escola de Jasmine, para que ele a ensine até as provas finais em seu Lugar, e é assim que ela descobre o que os números tem de melhor!

Primeiramente parabéns a Bruna por ter criado uma personagem tão forte, e principalmente por ter dado a Jasmine uma aparência tão fora dos padrões que estamos acostumados sempre. Representatividade seria uma ótima palavra para descrevê-lo. E segundo, como me vi nessa personagem uma garota que odeia números, mas ama desenhos e quer ser uma designer, queria ser amiga dessa Jasmine viu!

Amor de Carnaval, Talita Rebouças: Inha, Kaká e Tati são três amigas inseparáveis desde sempre. Tati é louca para ser famosa, para ela ser notícia é o mais importante mesmo que a noticia digamos assim seja bem "Meia boca". Kaká depois de ser trocada por um cavalo (sim, um cavalo) pelo ex-namorado, colocou na cabeça que a única pessoa com quem iria se relacionar era um príncipe de sangue azul. Inha a mais normal de todas, foi deixada e trocada por outra pelo namorado, quando seu único sonho era viver um amor igual de cinema. Quando o irmão de Tati, começa um relacionamento com a cantora de funk mais badalada do momento, a garota já enxerga uma oportunidade de realizar seu sonho, então durante o carnaval faz com que o irmão ajude ela e as duas amigas a entrarem em um dos camarotes mais badalados onde só ricos e famosos frequentam, e é neste clima de festa que Inha finalmente pode encontrar seu grande amor de cinema, mas será que o amor realmente existe no carnaval?

Preciso falar duas coisas deste conto,foi com certeza o conto com personagens mais diferentes entre si e isso deu um ar bem real pra história e também um conto que mostrou claramente o valor da amizade, foi lindo a mescla do começo e do final das garotas (só lendo para entender). Também queria dizer que foi a primeira vez que li algo da Talita e a narrativa animada dela é realmente muito verão haha.

Autoras de um ano inesquecível
Talita, Bruna, Babi, Paula
Bom, Com certeza é um livro que vale a pena ser lido. Os personagens são cativantes cada qual a sua maneira, queria muito saber mais sobre cada um deles, como a vida continuou, se os planos deram certo e se o que era incerto se concretizou. Então aqui fica minha dica, leiam e também amem este livro maravilhoso! Deixo também meus parabéns as quatro autoras, vocês fizeram um ótimo trabalho, meninas!

Babi Dewet

Livros Nacionais para ler hoje mesmo

09:20:00


Se é uma coisa que me enche de orgulho atualmente é ver como o cenário de livros nacionais vem crescendo no Brasil, o que antes não passava de alguns livros de autores pingados aqui e acolá, virou um grande acervo com produções genuinamente brasileiras. Não digo que ainda está bom, mas olhando um pouco pra trás se vê que o passo por menor que tenha sido ainda assim foi uma grande vitória.

Por esse motivo trouxe esse post hoje, para exaltar e espalhar ainda mais a literatura Brasileira e trazer algumas dicas para que você possa entrar no mundo da leitura nacional hoje mesmo. Infelizmente algumas pessoas ainda ligam a literatura nacional apenas aos clássicos (Aqueles com palavras difíceis que você com certeza foi ou será obrigado a ler no colégio) mas, existem livros atuais também, tão bons e com um teor criativo e cativante tanto quanto os estrangeiros que estamos acostumados.

Dragões de Éter- Raphael Draccon 
Primo Branford é hoje o Rei de Arzallum, e por 20 anos saboreia, satisfeito, a Paz. Nos últimos anos, entretanto, coisas estranhas começam a acontecer... Uma menina vê a própria avó ser devorada por um lobo marcado com magia negra. Dois irmãos comem estilhaços de vidro como se fossem passas silvestres e bebem água barrenta como se fosse suco, envolvidos pela magia escura de uma antiga bruxa canibal. O navio do mercenário mais sanguinário do mundo, o mesmo que acreditavam já estar morto e esquecido, retorna dos mares com um obscuro e ainda pior sucessor. E duas sociedades criminosas entram em guerra, dando início a uma intriga que irá mexer em profundos e tristes mistérios da família real. E mudará o mundo. O livro faz parte de uma trilogia repleta de aventura.

Perdida- Carina Rissi 
Sofia vive em uma metrópole e está acostumada com a modernidade e as facilidades que ela traz. Ela é independente e tem pavor à mera menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são aqueles que os livros proporcionam. Após comprar um celular novo, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século dezenove, sem ter ideia de como voltar para casa – ou se isso sequer é possível. Enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de retornar ao tempo presente, ela é acolhida pela família Clarke. Com a ajuda do prestativo – e lindo – Ian Clarke, Sofia embarca numa busca frenética e acaba encontrando pistas que talvez possam ajudá-la a resolver esse mistério e voltar para sua tão amada vida moderna. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos... 

Fazendo meu filme- Paula Pimenta
Provavelmente esse é um dos livros mais conhecidos da lista, afinal o sucesso de Paula Pimenta foi estrondoso, com essa saga incrível. Fazendo meu filme conta a história de Fani uma menina cheia de expectativas, que vive a dúvida entre continuar sua rotina, com seus amigos, familiares, estudos e seu inesperado novo amor, ou se aventurar em outro país e mergulhar num mundo cheio de novas possibilidades. As melhores cenas da vida de Fani podem ainda estar por vir. 

O Alquimista- Paulo Coelho
O jovem pastor Santiago tem um sonho que se repete. O sonho fala de um tesouro oculto, guardado perto das Pirâmides do Egito. Decidido a seguir seu sonho, o rapaz se depara com os grandes mistérios que acompanham a raça humana desde a sua criação; o Amor, os sinais de Deus, o sonho que cada um de nós precisa seguir na vida. Entre eles, um misterioso personagem - um Alquimista. É quem irá ensiná-lo a penetrar na Alma do Mundo, e a receber todas as pistas necessárias para chegar até o tesouro. Esse livro se tornou o meu favorito na vida, os ensinamentos adquiridos durante a leitura são coisas para levar pra vida toda.

Sozinhos no escuro- Jessé Diniz 
Jason está prestes a completar dezoito anos e, como muitos meninos de sua idade, não é o mais popular do colégio. Na maior parte do seu tempo fica sozinho, ou então, com seus três únicos amigos. Essa amizade será ainda mais fortalecida quando eles descobrirem responsáveis em impedir uma guerra que poderia acabar com a raça humana, transformando o mundo em que vivemos num lugar sombrio, cheio de trevas. O pior de tudo? Eles já começaram em desvantagem.

O código Élfico- Leonel Caldela
A pequena cidade de Santo Ossário esconde muitos segredos. Entre os habitantes, Nicole, uma jovem corajosa, descobre estar ligada aos mistérios da cidade, o que a leva a uma investigação sobre o próprio passado. Seu pai foi um famoso assassino que pertencia à ordem de seguidores de uma deusa oculta, sacrificando inocentes em rituais. Em Arcádia, um mundo paralelo governado pela deusa, vivem os elfos. Criaturas perfeitas que há milênios sonham em recuperar o poder sobre os humanos. Finalmente veem a esperança no novo guerreiro Astarte, treinado em arquearia, que deve abrir o portal que liga os dois mundos e exercer o domínio da Rainha sobre a Terra. Astarte, no entanto, é o único que desconhece o seu destino, até o momento de cumprir com a sua sina. Avesso aos interesses do seu povo, o elfo resolve juntar-se aos mortais em Santo Ossário.
Agora, Nicole e Astarte estão ligados a um mesmo propósito: reunir os habitantes da pacata cidade e derrotar os seres místicos que ameaçam dominar o mundo.

A festa é minha e eu choro se eu quiser- Maria Clara Drummond  
Quanto mais você se aproxima de ser um adulto bem sucedido mais você se afasta da felicidade. Davi, o narrador do livro de estréia da jornalista carioca Maria Clara Drummond, sabe exatamente o que está atraindo para sua vida quando aceita uma proposta de emprego que se encaixa com suas aspirações e se muda do Rio de Janeiro para São Paulo. À medida que sua carreira deslancha, a angústia e as incertezas aumentam, alojado de maneira incômoda no seu flat minimalista e clean. O que torna Davi um narrador tão cativante não é o fato de encarar uma crise existencial em meio a antidepressivos, vernissages e bebedeiras, mas o quanto ele está ciente do processo pelo qual está passando, mesmo sem conseguir controlar muito bem sua necessidade de estar ao mesmo tempo dentro da cena e fora dela, de querer participar do universo cheio de glamour que sua fama recém adquirida lhe proporciona e ao mesmo tempo desprezar todo esse mundo de festas e drogas. 

Sábado a noite- Babi Dewet
É o primeiro livro de uma trilogia repleta de amor, música e amizade. Amanda é popular na escola e os amigos do seu amigo de infância são considerados os ‘marotos’ do pedaço por desrespeitarem as regras. Tudo ao seu redor acaba desmoronando quando um amor mal resolvido volta à tona e a sua amizade é posta em prova. Se não bastasse, seu diretor resolve dar bailes aos sábados e uma misteriosa banda mascarada foi convocada pra tocar. Mas suas letras dizem tanto sobre ela… Afinal, quem são esses mascarados de Sábado à Noite?

Espero que a partir de agora vocês comecem a dar chance a nossa literatura e aos autores incríveis que essa nova geração vem conquistando. E vocês qual livros brasileiros atuais ou não tão atuais assim vocês acha que deveriam ser mais conhecidos e admirados? Conta aí nos comentários!

#RetrospectivaMC2015

#RetrospectivaMC2015: As 5 maiores tendências da moda e beleza

21:21:00

2015 foi um ano recheado de tendências e tanto na moda quando na beleza não poderia ser diferente. Eu consideraria esse ano como o ano do natural, a simplicidade reinou em tudo e é isso que vamos conferir agora.

Cacheadas dominando, como eu disse 2015 veio para nos deixar o mais natural possível e isso refletiu em cheio nos cabelos das brasileiras por aí, seja com cachos coloridos, com a cor natural o encaracolado dominou a cabeça de muita gente: E convenhamos libertou a mulherada para se assumir como realmente é <3. A técnica de baking é usada com o objetivo de obter uma pele iluminada, depois da era do contorno a moda se virou pra algo com aspecto mais saudável e vivido o que pra mim é a melhor escolha sempre. Até mesmo Kim Kardashian a rainha do contorno se rendeu e mais que aderiu a nova técnica. O terceiro item da lista: Botas over knee, (Ou bota cano longo como é popularmente chamada) com certeza foi uma febre esse ano, blogueiras, fashionista, modelos todas as pessoas dentro do mundo da moda aderiram a essa tendência ma-ra-vi-lho-sa, eu ate fiz um post sobre como usá-las aqui no blog a algum tempo atrás. Tattoo chokercom certeza o acessório mais usado  de 2015, era colocar o pé pra fora de casa pra ver alguém com essas belezinhas no pescoço, essa tendência começou bem no comecinho do ano e quem ajudou a popularizar foram as atrizes e modelos americanas dando um grande crédito em especial a kylie jenner que foi uma das primeiras celebs a adquirir a tendência. Mas eu tenho uma coisa a dizer pra vocês as Tattoo choker, não estão aqui apenas por terem feito sucesso no ano, mas também por um ponto que gostaria de lembrar, junto com elas vieram várias referências aos anos 70's como o estilo Boho e o grunge entre outras coisas bem características daquela época. Tênis branco, preciso falar mais alguma coisa? Essa foi a tendência do ano mas também uma tendência que misture moda e conforto é pra aplaudir de pé!

Esse é meu pequeno top 5 de coisas que marcaram a beleza e a moda em 2015, e pra você o que mais marcou ou talvez marcou mas você não adquiriria de jeito nenhum, me conte tudo aqui nos comentário vou adorar saber a opinião de vocês!

#RetrospectivaMC2015

#RetrospectivaMC2015: 5 melhores filmes do ano

20:44:00

E não é que a partir de hoje faltam exatamente cinco dias, isso mesmo só cinco dias, pro ano de 2015 acabar? 2016 já está batendo na porta querendo chegar com tuuudo e esperamos que chegue mesmo com tudo de bom para ser um ano inesquecível! Então já que todos estamos nessa contagem regressiva pro novo ano decidi fazer uma despedida nesses próximos 5 dias com a primeira digamos assim: Série do blog. Que não é lá uma série mas é assim que vou considerar HAHAHA.

Se é uma coisa que adoro é essas retrospectivas de tudo que aconteceu durante o ano vivido, traz à gente aquela lembrança com gostinho de valeu a pena sabe? E é isso que vou fazer aqui, a #RetrospectivaMC2015 durante esses próximos cinco dias irei fazer um top 5 de tudo de mais legal em 2015. E abaixo confira a inauguração que ficará por conta do tema: Filmes!!!

5º lugar- Divertida mente
Com certeza um dos filmes mais amorzinhos de 2015. O filme acompanha Riley uma garota que se muda quando seu pai arruma um novo emprego em São Francisco. Como todos nós, Riley é guiada pelas emoções – Alegria, Medo, Raiva, Nojinho e Tristeza. As emoções vivem dentro da mente de Riley, onde a ajudam com conselhos em sua vida cotidiana. Conforme Riley e suas emoções se esforçam para se adaptar à nova vida em São Francisco, começa uma agitação no centro de controle. Embora Alegria, a principal e mais importante emoção de Riley, tente se manter positiva, as emoções entram em conflito sobre qual a melhor maneira de viver em uma nova cidade, casa e escola. Se não viu corre pra ver, você não vai se arrepender!


4º Lugar- Os Vingadores A Era De Ultron


Quando Tony Stark tenta alavancar um programa de paz virtual, as coisas dão errado e os maiores heróis da Terra, incluindo Homem de Ferro, Capitão América, Thor, o Incrível Hulk, Viúva Negra e Gavião Arqueiro enfrentam o teste definitivo enquanto o destino do planeta está em jogo. Quando o vilanesco Ultron surge, cabe aos Vingadores impedi-lo de concluir os seus planos terríveis. Para tanto, logo surgem alianças inesperadas que abrem caminho para uma aventura global épica e única.

3º Lugar- Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros 


22 anos após os acontecimentos de Jurassic Park, na Ilha Nublar, foi inaugurado um novo parque de dinossauros, realizando o sonho de John Hammond (Richard Attenborough). O parque é intitulado de"Jurassic World". O novo parque, depois de 10 anos funcionando o público se cansa dos mesmos dinossauros. E é aí que a equipe de geneticistas liderada pelo Dr. Henry Wu (B.D. Wong) resolve criar uma nova atração, algo que trouxesse de volta o interesse do público. A nova atração é um dinossauro híbrido que mistura os DNAs do Carnotauro, do Majungassauro, do Rugops e do Giganotossauro. É o Indominus Rex.

2º Lugar- Star Wars: O despertar da força


Décadas após a queda de Darth Vader e do Império, surge uma nova ameaça: a Primeira Ordem, uma organização sombria que busca minar o poder da República e que tem Kylo Ren, o General Hux e o Líder Supremo Snoke como principais expoentes. Eles conseguem capturar Poe Dameron, um dos principais pilotos da Resistência, que antes de ser preso envia através do pequeno robô BB-8 o mapa de onde vive o mitológico Luke Skywalker. Ao fugir pelo deserto, BB-8 encontra a jovem Rey, que vive sozinha catando destroços de naves antigas. Paralelamente, Poe recebe a ajuda de Finn, um stormtrooper que decide abandonar o posto repentinamente. Juntos, eles escapam do domínio da Primeira Ordem.


1º Lugar- Jogos Vorazes: A Esperança Parte 2, O Final.

E finalmente o nosso 1º lugar, e o filme mais esperado por mim do ano. Ainda se recuperando do choque de ver Peeta contra si, Katniss Everdeen  é enviada ao Distrito 2 pela presidente Coin. Lá ela ajuda a convencer os moradores locais a se rebelarem contra a Capital. Com todos os distritos unidos, tem início o ataque decisivo contra o presidente Snow . Só que Katniss tem seus próprios planos para o combate e, para levá-los adiante, precisa da ajuda de Gale , Finnick, Cressida, Pollux e do próprio Peeta, enviado para compôr sua equipe. 

Esses são os filmes que mais gostei do ano, espero que gostem, e me digam o que acharam e qual foi o top 5 pra vocês. Quero saber de todos! Aproveita e curti a fanpage do blog lá no facebook, é rapidinho e você ainda recebe em primeira mão tudo que rola no Mera confusão!

decor

Inspiração para decorar com Washi tapes!

19:10:00

Provavelmente as loucas por papelaria devem saber o que é washi tape, também conhecidas como decotapes mas se você não sabe o que são calma, eu explico. Washi tapes são fitas adesivas bem decorativas, com uma grande variedade de estampas, cores e tamanhos. As pessoas costumam usa-las para decorar capas de cadernos, álbuns e cartões mas o que vocês não sabem é que elas também podem personalizar sua casa e deixá-la muito mais incrível!

Usar a criatividade e fazer como essas cabeceiras a cima, ficam uma graça de tão perfeito. Pode-se fazer qualquer desenho e deixar sua cama com um ar muito mais moderno! E essa árvore porta jóias incrível? Se prestarem bastante atenção os colares estão dependurados por pininhos que deixaram tudo mais fofo.
Aquele momento que fitas se tornam um ótimo porta retratos e um calendário pra ninguém colocar defeito, e melhor ainda é super fácil e prático de fazer levando em consideração que algo tão perfeito é super baratinho de construir! O que eu mais gosto dessa tendência de decoração é o poder que ela tem em transformar algo tão simples como uma parede branca e sem vida em algo tão divertido e diferente!

E vocês o que acharam? adquiririam essa forma de decoração pra vida e a casa de vocês? Eu com certeza levaria pra minha! Então comente aqui nos comentários só pra mim saber a opinião de vocês!